Saiba como tratar frieiras entre os dedos dos pés 2

Saiba como tratar frieiras entre os dedos dos pés

.......

 

Frieiras são manchas de descoloração (vermelho, azul, branco), pele inchada e coceira, acredita-se ser causada por uma combinação de clima frio e má circulação. Os dedos são particularmente vulneráveis, mas outras extremidades que podem desenvolver frieiras incluem dedos, lóbulos das orelhas e nariz. Sapatos apertados podem contribuir reduzindo ainda mais a circulação para os dedos dos pés.

Apesar do desconforto, a maioria das frieiras não causa danos permanentes ao tecido, embora, em casos graves, possa resultar em uma úlcera. Como nem todos expostos a condições frias e úmidas desenvolvem frieiras, acredita-se que aqueles que são excessivamente sensíveis às mudanças climáticas e de temperatura. Os idosos, sedentários, adolescentes e pessoas com condições médicas (como anemia) são mais suscetíveis.

Sintomas de frieza

As frieiras costumam se desenvolver nos dedos dos pés. Sintomas comuns incluem:

  • uma sensação de queimação na pele
  • manchas vermelhas, azuis ou brancas inchadas
  • coceira intensa
  • pele seca, levando a rachaduras e rachaduras
  • possível infecção secundária
  • ulceração, em casos graves.

A circulação responde à temperatura

Embora a causa exata das frieiras permaneça desconhecida, acredita-se que esteja associada à reação do corpo ao clima frio. O sistema circulatório do corpo compreende artérias, veias e capilares que transportam sangue para todas as células. O sistema circulatório é sensível à temperatura.

Em condições quentes, o corpo expande os vasos sangüíneos próximos à pele, de modo que o excesso de calor pode ser perdido para o ar, resfriando o corpo. No tempo frio, esses vasos sanguíneos se contraem para conservar o calor do corpo. Essa constrição pode prejudicar as extremidades, como os dedos dos pés, do sangue e do calor, se a circulação periférica for lenta.

Mudanças bruscas de temperatura

Os sintomas das frieiras são agravados com mudanças súbitas de temperatura – por exemplo, entrar em uma casa quente depois de estar fora no frio. Da mesma forma, aquecer os pés frios muito rapidamente, apoiando-os ao lado de um aquecedor ou usando uma garrafa de água quente, também exacerbará a condição. É melhor se concentrar em aquecer todo o seu corpo.

Tratar frieiras em casa

Sugestões para o tratamento de frieiras em casa incluem:

  • Resista à vontade de arranhar, pois isso danificará ainda mais a pele.
  • Use loção de calamina ou hamamélis para aliviar a coceira. Seu químico também pode fornecer um produto adequado.
  • Lanolina ou similar, esfregada nos pés, ajudará a reter o calor do corpo.
  • Use meias de lã ou de algodão.
  • Mantenha seu corpo todo aquecido.
  • Exercício suave irá melhorar a circulação para os pés.

Dicas de prevenção

Manter todo o seu corpo aquecido em todos os momentos é a chave para prevenir frieiras. Sugestões incluem:

  • Evite longos períodos de exposição ao tempo frio ou úmido.
  • Use várias camadas de roupas, que prendem o calor do corpo com mais eficiência do que uma camada volumosa.
  • Use várias camadas de roupa.
  • Certifique-se de que seus sapatos são confortáveis ​​e bem ajustados.
  • Seque bem os pés depois de tomar banho ou tomar banho.
  • Use meias de lã ou de algodão para permitir que seus pés “respirem”.
  • Faça algum exercício suave, como caminhar, todos os dias para melhorar a circulação periférica.
  • Veja um podólogo para tratamentos profissionais regulares.

Tratamento profissional

Lesões graves, ulcerativas ou recorrentes precisam de atenção profissional. Um podólogo qualificado pode tratar suas frieiras e oferecer conselhos sobre prevenção. Se você sofre de fraturas severas e recorrentes, seu médico pode prescrever uma droga preventiva. Se você tem uma condição pré-existente, como diabetes, você deve consultar seu médico para verificar a circulação na área afetada sem demora.

Onde obter ajuda

  • Seu médico
  • Podólogo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *